19.3.12

A parte de dentro


Eu sou o muro que divide o eu de mim
como se o inteiro se dividisse em duas partes
uma dizendo sim, e a outra negando
De repente me encontro pessoalmente,
assim, ao acaso
percebo um desconhecido
um estranho desses que agente encontra numa fila
no parque, ou do outro lado da rua.
Eu voltarei aqui para dentro de mim
de volta ao meu leito aterrorizante
eu vou fujir da fuga
eu permanecerei aqui
mesmo que seja sufocante a minha presença
eu vou estar aqui
mesmo perdida em meus próprios delírios
eu vou estar aqui
estou tentando me manter doce em meio ao caos
meu caos
é justamente essa parte de dentro
que constitui toda a tua essência
me deixar assim seria abandono de incapaz
não posso mais me maltratar,
me deixar
seria traição da mais amarga,
mesmo os outros indo
eu continuarei em ti, ego
eu vou estar aqui

19 comentários:

  1. Esse foi um dos melhores textos seus que eu já li, muuuito bem escrito mesmo!
    cada dia mais fico feliz em vir aqui :)

    "estou tentando me manter doce em meio ao caos"

    faço minhas estas palavras... dá até pra virar uma música...quem sabe :)

    beeijo

    ResponderExcluir
  2. " Eu voltarei aqui para dentro de mim

    de volta ao meu leito aterrorizante

    eu vou fujir da fuga

    eu permanecerei aqui

    mesmo que seja sufocante a minha presença

    eu vou estar aqui

    mesmo perdida em meus próprios delírios

    eu vou estar aqui


    estou tentando me manter doce em meio ao caos "
    Que lindo ... parabéns você se superou !Lindo mesmo :D

    beijos
    http://rascunhosperdiidos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. "mesmo que seja sufocante a minha presença

    eu vou estar aqui

    mesmo perdida em meus próprios delírios

    eu vou estar aqui"


    Simplismente perfeito esse texto muito bom!

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito do BLOG!
    Estou seguindo de volta...
    Adorei o poema, vc tbm escreve muito bem! Parabéns! (;
    Fiquei feliz por encontrar um blog,
    com textos tão bons! :B

    http://cinco-datarde.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. "eu permanecerei aqui

    mesmo que seja sufocante a minha presença

    eu vou estar aqui"

    Consegui me encontrar nessas palavras.

    Adorei seu texto, você escreve muito bem! Parabéns.
    Obrigada pela visita no meu blog, já estou lhe seguindo para acompanhar seus futuros posts.
    ;D

    http://inlegau.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. permanecer na vida
    permanecer em si


    adorei.
    bjos.

    ResponderExcluir
  7. aaahhhh ADOREEEI!!!

    boa semana amore!
    bjao

    ResponderExcluir
  8. Bom texto, nós nunca poderemos fugir de nós mesmos.

    ResponderExcluir
  9. obrigada, eu segui de volta porque adorei o blog :)

    ResponderExcluir
  10. Oie flor, nossa parabéns adorei seu blog....
    Segue? Você vai amar:
    flmundoteen.blogspot.com.br

    Bjs Fabi Lima

    ResponderExcluir
  11. Belo blog e belos textos. Quanto a esse texto específico, você aborda o tema com belas imagens e talento de quem de fato tem a poesia em si. Mas poderia ter usado menos palavras, ter sido mais subjetiva talvez. Você sabe usar muito bem imagens poéticas, metáforas, talvez deixá-las falar nas entrelinhas engradeça sua escrita.

    Obrigado pela visita que fez a meu blog, espero que volte.

    ResponderExcluir
  12. Belo post, me identifiquei em algumas partes, em outras não. Mas gostei :}

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Não apenas usar menos palvras, ser mais subjetiva, deixar mais ao entendimento do leitor do que propriamente dizer tudo. Acho que é isso. Mas essa é apenas minha opinião, um ponto de vista. O importante é você escrever cada vez melhor.

    ResponderExcluir
  14. Oii!
    Tem selinho pra você lá no meu blog: http://raulayasmin.blogspot.com.br/2012/03/selinhos.html
    Beijos! :*

    ResponderExcluir
  15. Oi Linda.

    Essa confusões de gênero,escolha e caminhos fazem um caos em tudo que somos e ao redor não é. Mesmo assim o caminho para se chegar aos campos é prazeroso. Adorei as palavras.

    ResponderExcluir
  16. O eu e suas reviravoltas.
    Beijo.
    http://sabrinanunees.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. ME senti no teu texto, no meu momento. É fundo, desafiador, provocante. Gostei do teu poema, e das tuas palavras, parabéns moça. Sou mais uma seguidora desse faz de conta. BOm Domingo!

    ResponderExcluir
  18. Realmente blog informativo aqui meu amigo. Eu só queria comentar e dizer que manter a qualidade do trabalho. Eu tenho bookmarked seu blog só agora e eu vou voltar para ler mais no futuro, meu amigo! Ainda bem escolhidas cores sobre o tema que vai bem com o blog na minha modesta opinião:)

    ResponderExcluir

Se sinta a vontade para comentar e dar sua opinião, fico grata por sua visita, volte sempre!