12.4.12

Falta-me gaiolas


Tento me convencer de todas as formas possíveis de que essa liberdade tem me sido útil, de que poder tudo tem a sua beleza, sem me dar conta de que estou a voar só para exibir minhas asas, sem motivo definido, é essa liberdade que te encanta num primeiro momento, te assusta horas mais tarde e te atormenta por dias.
A verdade é que nunca me importei em estar encurralada ao lado dele, num perfeito conjunto de corpo, braços e coração acelerado, era deliciosa a sensação de casulo, me fazendo ali de gato a sapato, prisioneira satisfeita implorando por mais cativeiro, de repente sou bicho a solta querendo ser caçado, sou medo, sou frio, sou noite solitária, e no final sou nada e sou tudo e deixo de ser de novo num segundo.
Essa liberdade tem me sufocado e por ironia me prendido, tem me transformado, me tirado o rumo, o rumo meu, rumo este que me jogou aos quatro ventos e dissipou minha história, como alguém que grita pra calar o silencio, agora me junto da melhor forma possível e vôo por aí, e o vento bate nas minhas asas, ventos mudos que gritam a minha história, não um vento brando, é uma ventania que vem de dentro pra fora, tenho saudades, tenho desejo, gaiolas.

16 comentários:

  1. a liberdade é inútil quando não podemos ter aquilo que queremos e já nem sequer lhe damos o devido valor até essa liberdade nos ser retirada....

    http://poesia-de-uma-vida.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. O que os grandes momentos teem de bom
    é que depois da felicidade de os ter vivido
    Há ainda a felicidade de poder recordá-los!

    Beijo:)

    ResponderExcluir
  3. interessante demais esse texto... Que tipo de liberdade vale a pena?

    Acredito que o melhor é estarmos presos nas garras do amor, do carinho... Esse é o melhor lugar pra se estar. Pássaro voando sozinho não é bonito, sozinho quase nada faz muito sentido.

    Saudades de voce!

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Má...
    sabe que me vi nesse texto,e percebo que sou exatamente assim,quando estou solta quero estar presa,quando estou presa quero liberdade.
    Sou um tanto quanto contraditória...é mais eu sou assim né .
    Adoro ver você lá no blog *-* amoooo sua presença e fico mega feliz em saber que eu tenho a facilidade de te passar o que você gosta de ler em meus textos.Digo o mesmo dos seus viu você escreve muito bem (:
    bijos

    ResponderExcluir
  5. A liberdade é inútil se não sabemos como usá-la... :D

    http://acessopermitidoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Não sei, seu texto me passou um sentimento de liberdade...
    É estranho mas ás vezes me sinto como, vc descreve no texto...
    Sério, eu gostei muito!
    Adorei, parabéns! (:

    @Jader_Monteiro
    http://cinco-datarde.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Boa noite, o seu texto é tanto a liberdade como a prisão. Um que prende o outro. Gostei.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Seu blog já está no meu favorito, obrigado pela visita grande abraço.

    ResponderExcluir
  9. Incrível como seu texto descreve todo o ser humano , muito bom *-* adorei seu blog , está difícil achar uma coisa com conteúdo não enjoativo e e que não esteja cheio de ~teens~ no meio . Vou seguir aqui linda :*
    http://apesardasnuvens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. vota em mim na barra lateral http://flmundoteen.blogspot.com.br/ lado oculto

    ResponderExcluir
  11. Motivação é tudo, se não há motivações, se não há gaiolas para para ser aberta, se há liberdade para ser conquistada, não há graça, não há objetivo... as vezes as gaiolas se tornam necessárias para o crescimento, para a força de vontade para a evolução... amei o texto, estou seguindo o blog, vi que voc~e fala um pouco de musica nele e adoro blogs com essa temática, me visite qnd puder

    http://anteontemmusical.blogspot.com.br/
    boa semana!

    ResponderExcluir
  12. Somos esse des(equelibrio), sempre ou as vezes rsrs
    exemplificou perfeitamente em seu texto.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Enquanto em uns faltam gaiolas, em outros, sobram :X
    Ótimo post, mana.
    Tem selo pra você no meu blog \õ
    ;*

    ResponderExcluir
  14. Muito bom esse texto.
    Sabe de vez em quando eu chego a me incomodar com a "liberdade", às vezes tudo que quero é ser presa pra parecer estar segura. Estranho, mas as coisas são realmente complicadas, ou nós numa grande simplicidade complicamos.
    http://mundrose.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Obg pelo carinho. Adorei seu cantinho. Tô te seguindo tb. Bjos

    ResponderExcluir

Se sinta a vontade para comentar e dar sua opinião, fico grata por sua visita, volte sempre!