20.5.12

Sobre amar


Isto é ridículo, mais verdadeiro, quando não se sabe o que fazer, e se faz, você faz a coisa errada ao invés da certa, o caminho torto parece o certo, a bússola quebra e você acaba perdido, preciso anotar aqui: fazer a coisa certa. É o que eu preciso aprender,  o que eu quero dizer é que quando o coração falar, você deve parar e ouvi-lo, ou talvez não. Sei que você está confuso, sem entender nada, também não entendo nada, não disse que te daria respostas, porque não há respostas quando o assunto é amar, então amar... o que seria verdadeiramente isso, alguém se habilita? É aquela coisinha que te deixa no chão inúmeras vezes, escutando música melodramática as 23:00, num sábado, completamente sozinho em casa, um suicídio psicológico, isso acontece porque você não ama com moderação, porque amar por partes não é amar, ou se ama por inteiro, ou não se ama, amor não se divide, amor se soma, e quando ao  amor, não tem cura, esse é o perigo e  essa é a graça.Falar de amor é muito difícil, sempre fica vago, e quanto mais sabemos a respeito dessa palavra, mais nos perdemos, porque não tem o que saber, é uma coisa pra se sentir, amor é sofrer, mais amor é viver, quem não ama não vive, complexo não?Comecei a observar as pessoas que sofrem desse mal e tirei minhas próprias conclusões: todo apaixonado volta a ser uma criança com um doce na mão, ou com um brinquedo novo recém tirado da caixa, o amor nos doma de tal modo que se torna mais forte e somos condicionados a gostar dessa prisão como um cachorrinho que faz graça pelo petisco do dono no final da apresentação, nos tornamos seres indefesos! Mas que a razão seja proporcional a emoção, chega de ter o coração cinco vezes maior que o cérebro, não que amar seja ruim, mais é preciso amar com moderação!

12 comentários:

  1. Quanto mais se sabe sobre o amor, mais podemos nos perder nele. Isso é fato.
    Ótimo post, mana.
    Té mais ;*

    ResponderExcluir
  2. A gente não sabe nada, tampouco sabe tudo. Amor se reinventa e se renova todo dia. Amar é no fundo saber que ele cresce e decresce na medida em que tentamos entendê-lo. Ele se esconde quando o procuramos para conhecê-lo. Falar de amor é persegui-lo. E ele foge. Porque talvez ele não queira se encontrar em tudo. Mas porque ele é tudo. E teimamos em limitá-lo a nossa finita visão.

    Beijo querida Maíra!

    ResponderExcluir
  3. O amor foi feito para ultrapassar todos os limites possíveis!

    :)

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Muito bonito este seu texto!
    Sério, amor é um sentimento muito forte, por isso devemos saber ao certo para quem dizer "EU TE AMO", pois esta sentença pode levar ao fim, ou ao começo, duas faces de uma mesma moeda...
    Adorei seu texto; escreveu muito! :DDD

    Ah, têm resenha de livro lá no blog, estou esperando sua visita! :3
    Jader Monteiro
    http://cinco-datarde.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. O amor é um sentimento lindo e duvido pois ninguém sabe responde todas as perguntas que ele trás. Adorei a forma como você expressou o amor.

    http://alguemparaconversa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi querida,

    Tudo bem? Que texto intenso! Digno não só dos apaixonados, mas dos que nunca sentiram esse nobre e tão devastador sentimento. O amor tem várias facetas, inclusive, máscaras em que ora é intenso, estranho, louco, alegre, triste e sentimental. Consegue vencer fogueiras e caminhos tortuosos, mas é frágil como um cristal, merece cuidado e só se acomodar no seu caminho disperso.

    Lindo texto!

    Beijos.

    Lu

    ResponderExcluir
  7. Amar, está ai um assunto difícil de discutir. Ultimamente o "eu te amo" está sendo cada vez mais banalizado. Você acaba de conhecer uma pessoa e no dia seguinte ela já fala "eu te amo". Sacanagem né?
    Amor é coisa séria, as pessoas não deveriam banalizar um sentimento tão bonito.
    Amor, é um sentimento difícil de entender. Você sofre, você chora, você erra e se arrepende, você perdoa... tudo por amor!
    Se for verdadeiro, fazer tudo isso que citei acima vale a pena.
    Se não for, não é amor.


    adorei o post!

    passa lá:

    errosxacertos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Amor é algo que não se explica, Maíra, e sim sente. É de dar agonia não sabe explicar tal sentimento, que é tão grandioso. Não é ruim amar, o difícil é achar alguém certo para dar sua alma por inteiro.

    ResponderExcluir
  9. è tão lindo o amoor, e é inexplicável, to super sentindo nesse momento da minha vida :D

    http://luannaravanelli.blogspot.com.br

    (Se ainda não estiver participando...Tem sorteio rolando no blog, com regras muito simples: Ser seguidor e preencher um formulário com nome e e-mail, SIMPLES não é?)

    ResponderExcluir
  10. Ou você ama,ou você não ama.
    "Eu sempre quero não amar,mais vivo amando.Acho o amor muito puro pra mim,tenho pecados incontroláveis e sedes insaciáveis . "

    Adorei seu texto mah,sempre muito te ler (:

    beijos ♥

    ResponderExcluir
  11. Então o amor é uma máquina do tempo que nos leva para os louros de nossa vida e abusa da nossa inocência perdida? Eu concordo.
    Entretanto, as pessoas não sabem como encontrar a "moderação de amar". Ou se vai muito rápido ou devagar demais, com medo de se envolver e acabar nas mãos da outra pessoa.

    Acho que esse equilíbrio seria perfeito mas as nuances do relacionamento não permitem essa harmonia por muito tempo. Talvez por isso o amor seja imprevisível e inexplicável, a gente apenas vive e coleciona histórias pra contar.

    Belo espaço!

    ResponderExcluir
  12. Muito bom o texto, concordo quando você descreveu que quando amamos, voltamos ser criança e é bem por ai mesmo rsrs... Mais o que seriamos de nos sem esse BENDITO amor?! Adorei, e passando pra retribui a visitinha que fizeste hoje ao meu blog, te espero la mais vezes.. Bjuus.. Ja sou Fã de carteirinha :P

    ResponderExcluir

Se sinta a vontade para comentar e dar sua opinião, fico grata por sua visita, volte sempre!