14.11.12

Sem forças para chover



Quando a vida pesa é na noite que eu me entrego, a solidão de morar sozinha me arrasta até a varanda e meu cansaço me convida a me deitar, deito na rede, escuto a chuva sobre o telhado. No fundo essa vontade de coisa alguma é uma sensação boa, todo mundo tem direito de se dar ao luxo de sentir a tristeza ardendo por dentro de vez em quando, a tristeza é pra quem pode.
A chuva fraca e agradável se transforma então em uma verdadeira enxurrada, exatamente no momento que meu peito fica tão apertado que até a respiração se altera, me sinto meio chuva, chuva seca.
 Deus fez a chuva, quem sabe o motivo maior era para que quando nós nos sentirmos bagunçados sobre uma rede na varanda, ela pudesse mostrar da maneira mais simples possível que até a natureza chora, eu não mais, não consigo chover, estou completamente seca.
Por favor, chove chuva, chove as minhas magoas, porque essa noite nem isso tenho conseguido. No fim deve ser por isso que a chuva tem tanta força sobre mim, porque ela é como um consolo, como se Deus dissesse, eu estou aqui por você.

6 comentários:

  1. A natureza chora e ao mesmo tempo se renova, se limpa, se revigora. Mais que um console, a chuva é curativa.

    Beijo!!

    ResponderExcluir
  2. Lindoo!
    Bjs da Tashaa'
    sg-stylishgirl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. eu as vezes me sinto assim embalada pela tristeza e procurando nela a sua razão para tal estado de alucinação e abstraçao onde o mais simples como a chuva se torna reconfortante

    http://poesia-de-uma-vida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. ja seguindo vou adora você no meu cantinho http://grazyenigma.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Como diz o poeta: a chuva são as lágrimas dos anjos a chorar... Muito bom!

    ResponderExcluir

Se sinta a vontade para comentar e dar sua opinião, fico grata por sua visita, volte sempre!