6.1.13

Sou a pessoa errada



Você tem as respostas para as perguntas do mundo inteiro, ama física e fala inglês fluentemente, enquanto eu odeio fórmulas e fico só no verbo To Be, sonha em fazer engenharia enquanto eu não faço a mínima ideia de qual seja a minha vocação, me sinto tão tola as vezes, poderia fazer o favor de não ser tão tudo? Você diz que estamos distantes, diz que eu mudei, mas a verdade é que não temos concordado com quase nada e as nossas discussões estão se tornando cada vez mais freqüentes, às vezes pelo seu jeito de sabe tudo ou pelo meu ciúme exacerbado, sei que é duro, sinto ciúmes até do vento que balança os seus cabelos, tentei mudar, você não aprovou, diz que gosta do meu jeito, o fato é que sou um livro aberto, sou transparente ao ponto de mostrar todos os meus sentimentos e agora você me conhece melhor do que eu mesma, me tornei completamente previsível, não consigo manter aquele mistério que faz os relacionamentos durarem, me revelei por completo, me desculpe mas eu não sei como regar o amor, acabo com ele, vou matando aos poucos.
Sou diferente de todas as outras garotas que reclamam por sempre se envolverem com os caras errados, eu não, eu sempre encontro os caras certos, aqueles mesmos, fieis bonitos e inteligentes, mas estrago tudo, eu sou a pessoa errada. Eu não aprendi a lidar com as coisas do mundo, não estou certa nem do meu amor, acho que funciona mais como uma obsessão ou coisa parecida, esqueço que as pessoas são livres, que simplesmente não dá para prendê-las em uma gaiola, mas eu não aprendo. Eu deveria ficar sozinha até aprender a dividir as pessoas com o mundo, até aprender a depender apenas de mim para ser feliz, até aprender a gostar um tantinho de mim mesma, gostaria de evitar maiores estragos, mas invés disso me menosprezo, é como se eu dissesse, “com licença, poderia pisar um pouco em mim por favor?” Gostaria muito mesmo de fazer as coisas serem diferentes, mas toda vez que sou eu mesma estrago tudo, é que me mostro de mais, e quando não sou mais eu, você percebe, é quase um beco sem saída. O amor poderia funcionar como meu pai diz, onde a gente pudesse ligar e desligar a hora que a gente bem estendesse, mais infelizmente não é tão prático. Sei que ainda vou ralar muito o coração por aí, mais tenho pressa de aprender a viver, aprender a amar, aprender a não me acabar.



7 comentários:

  1. Acredito que a forma que agimos,e somos,atrás de tudo isso e qualquer comportamento existe alguém com feridas,dores,e coisas inacabadas.Tenho aprendido aos poucos me controlar e fazer de mim um assunto completo,nada de partes e meios termos.Coisas do passado podem atrapalhar nosso futuro.Temos que aprender a nos ajeitar com o passado,pra que os fragmentos dele não venham atrapalhar nosso futuro.
    Tem presa de viver e aprender...pode ter certeza que diante dessa confusão toda de querer ser o que você ainda não conseguiu,essa certeza de querer mudar,você está sendo forte e sendo forte você está amadurecendo e tendo uma experiencia de vida...AH!e quem te ama,te aceita exatamente como você é,vai compreender e até mesmo querer-te ajudar,a melhorar e vai cuidar de você...

    beijo Mah ♥

    http://psicodoce.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. E fico me perguntando como alguém pode descrever com tanta perfeição exatamente como eu sou.. Você encontrou as palavras que eu sempre perco no caminho entre meu coração e a caneta..

    Simplesmente incrível.
    Beijos*:

    ResponderExcluir
  3. Adorei seu blog e quanto ao texto... me conquistou! Adorei, me identifiquei... Parabéns!

    Ficaria honrada com sua visita no meu blog, se gostar dele poderia seguir?
    http://unicornsloveandwonderland.blogspot.com.br/

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. bem, isto é que é um texto bem profundo e uma beca confuso x.x

    http://inspirationsbymeforyou.blogspot.pt/

    Bjocas fofa =D

    ResponderExcluir
  5. Nossa Flor. você me descreveu estou sem palavras,continue assim escrevendo textos que tocam o coração
    amei o seu blog sempre vou vim aqui
    estou te seguindo e obg por me seguir e pela visita volte sempre,parabéns o seu blog e lindo **

    minhahistoriasendofeita.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Nossa, eu nunca me identifiquei tanto com um texto viu ... me sinto exatamente assim, nem tenho mais o que dizer, esse texto sou eu, simples assim hahaha
    adorei seu blog e a forma como escreve, volta sempr elá no meu :)
    bjs
    naquelemomentoeujuro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Escola, os piores anos da minha vida. Preciso ler esse livro, parece que vou me identificar com ele hahaha
    Adorei aqui :) TEm indicações de muitos livros diferentes, bjs
    naquelemomentoeujuro.blogspot.com

    ResponderExcluir

Se sinta a vontade para comentar e dar sua opinião, fico grata por sua visita, volte sempre!