21.5.13

Em outros braços



Você sabe e eu também
Encaixávamo-nos perfeitamente

                      Nos desencaixaram

           Quem somos ou em que nos transformamos?
           Viramos inquilinos de outros braços
braços que outrora tem me sido útil nos dias que o inverno espira solidão
braços que me parecem tão solidários
porem com outro nome
outro cheiro
cheiro suave, mas não doce
estou me adaptando as mãos que vão de encontro as minhas costas

ainda guardo lembranças
as fotografias me contaram o que fomos
ficou para traz a doçura de teus dedos
como em uma dança se perdiam pelo meu corpo
sinto falta
e a falta dói

            Peço que o inverno não nos segue de tudo
Você sabe e eu também
Novos abraços não apagam os antigos

Você sabe
Eu sei
Sempre soubemos

7 comentários:

  1. Nossa, esse texto reflete muito o quão doloroso é o afastamento e o desapego dos costumes e a vida do lado de alguem que a gente ama...


    Dói, mas novos abraços nunca serão capazes de apagar os antigos.

    Lindo demais.


    Beijos, flor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida, é sempre doloroso mas ainda podemos fazer poesia! Volte sempre!

      Excluir
  2. A verdade é que sempre vai existir alguma abraço que a gente nunca vai esquecer, em que a gente se sente protegida de tudo, encontrei o meu encaixe eu espero que o desencaixe não procure esbarrar nossos caminhos.
    Adorei o texto.

    Beijos da Lua =*
    www.tyciahadi.blogspot.cxom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade,sempre tem o abraço que é o abraço, ninguém substitui!

      Excluir
  3. Quando um amor se faz abrigo em nós, resquícios ficam, pegadas firmes e inapagáveis... Marcas que não se apagam no tempo, e nem se apagam por outras, porque o verdadeiro é único e intocável.

    :)

    Beijinho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alexandre,tem coisas que nunca são apagadas, nem em mim verões, não importa, o que marcou sempre estará vivo na memoria! Obrigada por sempre comentar! *-*

      Excluir
  4. nossa que lindo esse texto é bem isso o q estou vivendo... estou em outros braços mas ñ consigo esquecer o antigo !
    sempre ira existe alguém q nunca esqueceremos.
    :´(

    ResponderExcluir

Se sinta a vontade para comentar e dar sua opinião, fico grata por sua visita, volte sempre!