20.6.13

Décima oitava primavera


Acordo ao som de Renato Russo, escovo os dentes e me deparo com meu reflexo, tento explicar como todas aquelas olheiras foram parar ali. Pareço um zumbi, mas é só o terceiro ano do ensino médio. Espera, é hoje, me dou conta enfim, está tudo na mesma, é só um domingo comum, mas ela acabou de entrar.  M-A-I-O-R-I-D-A-D-E. Oi vida, pode começar a ser incrivelmente emocionante agora. Então é isso? Está decretado que eu acabo de me tornar uma pessoa suficientemente madura para assumir as conseqüências de meus atos, só esqueceram-se de mandar a grana para tirar a carteira e para uma dose de vodka no caminho.

Tropeço na mesinha da sala. Merda! O porta retrato se quebra, Deus, que bicho é esse na foto? Aquela criatura e eu temos o mesmo formato de pinta no ombro, e um vazio aonde deveria ter um canino, reconheço aquela época, sete anos foi a minha idade de medos, mas o mais assustador foi dormir aos sete preocupada com o dente de leite bambo e acordar com dezoito sonhando em passar no vestibular, “você precisa passar no vestibular, vá para faculdade e seja alguém.” Pronto, um porta retrato quebrado e milhões de sentimentos e lembranças me sufocando, o primeiro cachorro, o primeiro sutiã, aquele cor de rosa que não tinha a menor serventia, o primeiro amor, o primeiro beijo, o primeiro porre, a primeira menstruação e tentar entender porque sangrar por um lugar tão estranho poderia ser motivo de orgulho para minha mãe, o primeiro idiota (de muitos que cheguei a conhecer) e outras trezentas histórias emocionantes.

Talvez eu tenha amadurecido e aprendido coisas que não se ensinam nas escolas, mas isso não significa que eu queira ou esteja preparada para assumir responsabilidades e sair para ganhar o mundo. E agora José? Tudo bem, talvez eu esteja exagerando, isso não é um filme americano adolescente, vou continuar tendo horário para chegar em casa e tendo que tirar notas boas no colégio mesmo sendo retardada com números, tudo porque o veadinho do Peter Pan não deu as caras. Mas continuo a mesma garota de sempre, só que a princesinha do papai agora sofre de cólicas menstruais, isso é só mais um ano de vida, ou melhor, menos um.





14 comentários:

  1. Texto interessante que faz agente cair na real!

    chocolatenacereja.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se achou interessante e levou a alguma reflexão, fico feliz *-*

      Excluir
  2. Nossa menos um é muito pessimista flor rs Muito bacana o texto. Eu quase morro quando vejo fotos antigas minhas kk Confesso que quando fiz 18 anos fiquei empolgadíssima mas quando fiz 19 fiquei triste e me sentindo velha hauhauhaa

    Parabéns flor!

    (desconstruindoaspalavras.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fotos antigas só servem para a mãe da gente nos humilhar na frente das visitas! kkk'. Eu já estou me sentindo velha com 18 Maressa! kkk'

      Excluir
  3. Parabéns Maíra. 18 é uma idade emblemática, mas pode gerar boas perspectivas. Muito das reflexões nascidas ao longo dos anos e dos sonhos a serem galgados. De qualquer forma sorri aqui lendo este teu texto tão bem humorado e realista.

    No fim o ritmo continua o mesmo. Mas um ano a mais - ou menos - sempre traz novos olhares e pensamentos. O 18º então, nem se fala. Enfim, que os seus sejam otimistas.
    Deixo aqui o desejo por muitas felicidades, muitos encontros enriquecedoras, uma vida iluminada.

    Beijo imenso!
    Feliz aniversário!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alexandre, obrigada pelo belíssimo comentário! Me sinto um tanto assustada, mas feliz, como você disse tenho novas expectativas e sonhos, espero que a minha vida tome o rumo certo. Obrigada por sempre acompanhar o blog (:

      Excluir
  4. Parabéns pelos dezoito aninhos, agora é chegar nos 21.. e a vida ir tendo outros olhares.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Parabens pelos 18 aninhos...muito sucesso pra vc
    e boa sorte no vestibular!

    bjos!!!

    http://jessicamakems.blogspot.com/
    http://youtube.com/jessicamakems/
    https://www.facebook.com/jessicamakems

    ResponderExcluir
  6. Felicidades para você, por este dia tão especial que é o seu aniversário.
    Parabéns, que possa ter muitos anos de vida, abençoados e felizes, e que estes dias futuros sejam todos de harmonia, paz e desejos realizados.
    Que seu coração, esteja sempre em festa, porque você é um ser de luz e especial para mim.
    Felicidades pelo seu aniversário.
    Que seu caminhar seja sempre premiado com a presença de Deus, guiando seus passos e intuindo suas decisões, para que suas conquistas e vitórias, sejam constantes em seus dias.

    Parabéns por hoje, mas felicidades sempre.

    Adoreiiii o blog e parabéns por todo contéudo! Seja Bem Vinda ao nosso e-commerce a Xô dondocas.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Primeiro parabéns, dezoito anos é visto cheio de expectativa de transformação, mas na verdade na muda completamente, continuamos as mesmas, só que um pouco mais velha.

    http://iasmincruz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Se sinta a vontade para comentar e dar sua opinião, fico grata por sua visita, volte sempre!